CARÊNCIA, DOENÇA PREEXISTENTE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

          Ocorre que durante o cumprimento dos prazos de carência os consumidores podem necessitar de algum atendimento de urgência ou emergência, que deve ser coberto pelo plano de saúde, independente do cumprimento do prazo de 180 dias de carência para utilização dos serviços.

 

       Importante ressaltar que, após contratar o plano de saúde, em caso de urgência ou emergência após as 24 horas da assinatura do contrato, é obrigatória a cobertura dos procedimentos de urgência e de emergência, sendo a negativa conduta abusiva praticada pelo plano de saúde.

         Quando se contrata um plano de saúde, o consumidor tem que cumprir prazos de carência, que é o período entre o início do contrato (assinatura) e a possibilidade de utilização dos serviços contratados cobertos pelo seu plano, os quais são: 24 horas para urgência e emergência; 180 dias para os demais casos, como exames ou internações de alta complexidade; e 300 dias para parto a termo.

 

  

                   

SAIBA MAIS: O plano de saúde pode ser cancelado por inadimplência ?

       

      No caso de doença ou lesão preexistente, o prazo de carência é de 24 meses para que o consumidor possa utilizar o plano de saúde para procedimento e cirurgia de alta complexidade, em relação a doença ou lesão preexistente.

SAIBA MAIS: 

O plano de saúde pode negar cobertura para tratamento de doença preexistente ?

 

        Lembrando que para atendimentos de urgência ou emergência, o prazo de carência é de 24 horas da assinatura do contrato, mesmo em relação a doença ou lesão preexistente, não podendo o plano de saúde negar cobertura ao atendimento.

Blog

SIGA-NOS:

  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social

QUEM SOMOS

Av. Augusto Meyer 163/603
Higienópolis, Porto Alegre, RS

CEP: 90.550-110

Av. Paulista, 854, 10º andar

Bela Vista, São Paulo, SP

CEP: 01310-100

(51) 4042-3543

SERVIÇOS